Português Italian English Spanish

Porangatu,terá Estação metereológica,diz Vereador Edmilson Andrade

Porangatu,terá Estação metereológica,diz Vereador Edmilson Andrade

Porangatu terá Estação Metereológica, com empenho do Vereador Edmilson Andrade,Presidente da Câmara de Porangatu

 

Ivan Vieira

Porangatu, terá em breve uma Estação Metereológica Automática (EMA).
O vereador Edmilson Andrade(DEM), presidente da Câmara Municipal de Vereadores, desponta como o homem público de visão, e busca incansavelmente a implantação e instalação dessa Estação em nossa cidade e município.
Numa Estação Metereológica Automática a coleta de dados é feita através de sensores para medição dos parâmetros meteorológicos a serem observados. As medidas tomadas, em intervalos de minuto a minuto, e integralizadas para no período de uma hora, para serem transmitidas, são:
•    Temperatura Instantânea do Ar
•    Temperatura Máxima do Ar
•    Temperatura Mínima do Ar
•    Umidade Relativa do Ar
•    Umidade Relativa Máxima do Ar
•    Umidade relativa Mínima do Ar
•    Temperatura Instantânea do Ponto de Orvalho
•    Temperatura Máxima do Ponto de Orvalho
•    Temperatura Mínima do Ponto de Orvalho
•    Pressão Atmosférica Instantânea do Ar
•    Pressão Atmosférica Máxima do Ar
•    Pressão Atmosférica Mínima do Ar
•    Velocidade Instantânea do Vento
•    Direção do Vento
•    Intensidade da Rajada do Vento
•    Radiação Solar
•    Precipitação Acumulada no Período
Uma estação meteorológica automática (EMA) coleta, de minuto em minuto, as informações meteorológicas (temperatura, umidade, pressão atmosférica, precipitação, direção e velocidade dos ventos, radiação solar) representativas da área em que está localizada.
A cada hora, estes dados são integralizados e disponibilizados para serem transmitidos, via satélite ou telefonia celular, para a sede do INMET, em Brasília. O conjunto dos dados recebidos é validado, através de um controle de qualidade e armazenado em um banco de dados. Além disto, os dados são disponibilizados gratuitamente, em tempo real, através da internet (http://www.inmet.gov.br/sonabra/maps/pg_automaticas.php) para a elaboração de previsão do tempo e dos produtos meteorológicos diversos de interesse de usuários setoriais e do público em geral e para uma vasta gama de aplicações em pesquisa em meteorologia,hidrologia e oceanografia.
O vereador Edmilson Andrade de Porangatu, busca com sua reivindicação, uma estação que auxilie, todos que necessitam das informações, em todas as áreas, que seja da Agricultura, Pecuária, Aviação e etc.
A estação meteorológica automática (EMA) é um instrumento de coleta automática de informações ambientais locais (meteorológicas, hidrológicas ou oceânicas).

Foto Ilustrativa

A Metereologista chefe do 10º Disme GO/TO que abrange também o Distrito Federal,Elizabeth Ferreira, foi procurada pelo vereador Edmilson Andrade, que enviou uma minuta do Acordo de Cooperação Técnica para avaliação e ajuste, porém endereçado para Prefeitura de Porangatu. A área escolhida para instalação dessa Estação Meteorológica, será no aeroporto de Porangatu, que tem a administração da Agetop (Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas), a razão da mudança  do documento a ser assinado.
O vereador Edmilson Andrade, disse que a Agetop já está favorável, faltando somente a assinatura oficial do Acordo.
O vereador disse ainda que é objeto desse acordo, a disponibilidade do terreno no aeroporto e o Instituto Nacional de Meteorologia – INMET, a fornece como empréstimo, aparelhos,instrumentos e equipamentos necessários ao funcionamento da estação, mantém e opera a Estação Meteorológica Automática A005 em área segura previamente cedida pela Agetop,vai executar periodicamente inspeções técnicas,necessárias a operacionalidade, regular a estação e efetuar periodicamente a manutenção técnica dos sensores e demais instrumentos que compõem a Aut, assessorar a Prefeitura Municipal,se for o caso no desenvolvimento de estudos e pesquisas do seu interesse,repassar os dados climatológicos coletados pela estação,obedecendo a periodicidade e condições disponíveis,designar um gerente para acompanhar,supervisionar,assistir e assessorar a entidade convenente no desenvolvimento das atividades constantes do presente convênio,instalação pelos técnicos do INMET,de placas identificadoras da Aut.

Foto Ilustrativa

A estação EMA é autônoma, não depende de energia elétrica externa e não requer nenhum equipamento ou sala adicional para sua operação diária. A contrapartida da instituição parceira restringe-se a:
• Cessão de uso do espaço físico, livre de obstrução natural e predial, com área mínima de 14X18 metros, cercada e gramada;
• Construção de um cercado de tela metálica, conforme planta
• Manutenção da limpeza e conservação do local, de acordo com orientação dos técnicos do INMET
• Permissão da entrada dos técnicos do INMET para acessar ao local quando da visita de inspeção técnica
• Manutenção da área gramada limpa e garantir a segurança do patrimônio.
Poderá ser dado um curso de treinamento sobre o funcionamento da estação.

Foto Ilustrativa