Português Italian English Spanish

Preço da gasolina volta a subir e bate novo recorde no ano

Preço da gasolina volta a subir e bate novo recorde no ano

Agência comparou preços em mais de 3 mil postos de gasolina para o levantamento

 

preço médio cobrado pelo litro da gasolina subiu 1,91% em uma semana enquanto o valor do etanol caiu 0,11%. Os dados são da pesquisa semanal de preços da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

O preço médio do litro da gasolina subiu de 3,778 reais para 3,85 reais na semana encerrada em 9 de setembro. A ANP levou em conta o preço médio praticado em 3.160 postos pelo país. Com isso, o valor do litro da gasolina bateu novo recorde no ano.

Até o dia 4 de setembro, a gasolina havia acumulado alta de mais de 11% nas refinarias da Petrobras. O furacão Harvey foi apontado como responsável na elevação dos preços – a tempestade fechou de refinarias nos Estados Unidos.

Já o valor cobrado pelo etanol caiu de 2,615 para 2,612 no mesmo período, segundo levantamento em 2.870 postos.

Apesar de mais barato, esse tipo de combustível só vale a pena se custar até 70% do preço da gasolina. Quer saber qual combustível é melhor para o seu bolso?

Os preços médios cobrados pelo litro da gasolina e do etanol subiram em uma semana 8,22% e 8,86%, respectivamente, segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP). O aumento do diesel foi de 4,69%. Os reajustes foram registrados na semana seguinte à publicação do decreto presidencial que aumenta os impostos PIS e Cofins sobre os combustíveis, em uma tentativa de cobrir o rombo nas contas públicas.

O valor pago pelo litro da gasolina foi de 3,464 reais entre os dias 16 e 22 de julho para 3,749 reais entre os dias 23 e 29.  A ANP levou em conta o preço médio praticado em 5.639 postos pelo país.

 

O valor cobrado pelo etanol subiu de 2,381 para 2,592 no  mesmo período, segundo levantamento em 5.048 postos. Na última sexta-feira, o governo reverteu parte da alta do PIS/Cofins sobre esse combustível anunciada no dia 20. A alíquota aos distribuidores, que tinha subido a R$ 0,194 por litro, foi para R$ 0,1109 por litro. Antes do aumento, essa taxa estava zerada.

A reversão de parte do aumento no etanol ocorreu porque uma outra norma estipula o valor máximo que esses impostos podem ter em relação ao preço final médio do produto. O novo imposto foi anunciado após cálculos da Receita Federal, para adequar o imposto à norma.

O preço médio do litro do diesel, usado em caminhões, ônibus, e máquinas agrícolas, foi de 3,05 reais para 3,185 reais, segundo levantamento da ANP em 4.313 postos.