Português Italian English Spanish

Câmara e Prefeitura de Porangatu,seguem com bom relacionamento, mas as cobranças continuam

Câmara e Prefeitura de Porangatu,seguem com bom relacionamento, mas as cobranças continuam

EDMILSON ANDRADE FALA DO RELACIONAMENTO ENTRE CÂMARA E PREFEITURA E DAS PRIORIDADES DO MUNICÍPIO

 

 

Reeleito para o seu segundo mandato de vereador e eleito pela segunda vez para presidir a Câmara de Vereadores de Porangatu, Edmilson Andrade (DEM) vê nesta gestão,frente à Casa de Leis, a oportunidade de dar continuidade a projetos iniciados anteriormente. Ele também apontou questões que precisam ser melhoradas pelo Poder Executivo e do relacionamento dos edis com a prefeitura.

Ascom Câmara

 

EDMILSON ANDRADE (DEM) PRESIDENTE DA CÃMARA MUNICIPAL DE PORANGATU

Como o senhor avalia esses 120 dias de gestão frente à Câmara de Vereadores de Porangatu?

Neste segundo mandato de vereador e também minha segunda experiência como presidente desta Casa de Leis, estamos realizando um trabalho de continuidade ao ano de 2015, porém, com mais experiência estamos com o objetivo de concluir tudo que não tivemos condições de fazer anteriormente. Inclusive temos o projeto da Câmara Itinerante que não tivemos condições de realizar, mas este ano vamos levá-la até a população para que alcance as pessoas que não podem, por um motivo ou outro, participar das sessões. Desta forma procuramos despertar essa consciência do cidadão participativo. Quero ressaltar também que nesta gestão temos 10 vereadores novatos, parceiros que estão com vontade de trabalhar e estamos à frente da câmara dando o suporte necessário para que cada um possa fazer o seu trabalho com transparência e responsabilidade.

E como tem sido o relacionamento dos vereadores com o Poder Executivo tendo como representante o prefeito Pedro Fernandes?

Temos 8 vereadores que foram eleitos em partidos de oposição, mas considero um relacionamento muito tranquilo. Já estivemos no gabinete do prefeito e vamos fazer oposição com responsabilidade. E é claro que esperamos a contrapartida do prefeito com os vereadores. Vamos legislar e fiscalizar com parceria. Nós temos dado todo o respaldo e ajudado nos eventos realizados na cidade, mas observamos que, embora estivemos participando em dois eventos: O Carnaval e a Via Sacra, a comunicação do Executivo não mencionou em nenhum momento a Câmara Municipal, que sempre foi parceira em todos os eventos. Então, Fiz uma crítica na sessão da câmara.A comunicação do executivo falhou, porém, o prefeito disse que estará corrigindo.

Temos acompanhado que o senhor tem feito visitas ao Hospital Municipal. Qual a avaliação desses primeiros meses, com relação à área da saúde?

Sim, tenho ido várias vezes ao hospital municipal. Nós pensávamos que haveria uma mudança para melhor nesta questão, mas, infelizmente, não é isso que estamos vendo acontecer. Estamos vendo muita fila no hospital municipal, o atendimento com dificuldades para atender a demanda e muita reclamação por parte da população. Sabemos que não é fácil, pois temos que atender nosso município e municípios vizinhos. Esperamos que o secretário da Saúde (André Gomide) e o prefeito vejam uma solução para agilizar mais o atendimento. Vejo que tem que melhorar muito.

Qual o posicionamento desta Casa de Leis com a relação ao acompanhamento do tramite do encerramento da concessão da Saneago com o município?

Tivemos uma reunião com a equipe da Saneago. Vieram na Câmara, representantes de Goiânia e alguns de Porangatu e o gerente regional, o Paulo Rezende. Já venceu o prazo de concessão com Porangatu e a Saneago tem interesse de renovar. Mas, apesar do interesse em manter, o prefeito (Pedro Fernandes) respondeu que o município não terá condição de arcar com a responsabilidade, pois teria que pagar uma indenização. Nós vamos pedir à Saneago um relatório, com os dados de receitas e despesas para saber a viabilidade dessa empresa, que poderá aumentar a renda do município.Estamos aguardando as informações para tomar conhecimento.

Qual outra área precisa de mais atenção por parte do Poder Executivo?

Também temos recebido muitas reclamações de moradores da zona rural, dos assentamentos. Muitas estradas passando da hora de fazer patrolamento. O secretário de Transportes (Márcio Raso) tem que colocar as máquinas para trabalhar, pois o município de Porangatu é grande.Estamos vendo as máquinas somente na cidade, e é preciso dar socorro urgente aos habitantes da zona rural porque a manutenção constante das estradas promove o desenvolvimento através do escoamento, facilita o transporte escolar, o atendimento a saúde as necessidades diárias dos produtores.

NorteAki

 

Entrevista ao Jornal NorteAki