Português Italian English Spanish

PT cria "cartilha" com orientações para diretórios rebaterem condenação de Lula

PT cria "cartilha" com orientações para diretórios rebaterem condenação de Lula

Cartilha do PT para Militância

O PT divulgou na noite desta quinta-feira (13) uma cartilha com orientações aos diretórios, em razão da condenação do seu maior líder, ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a nove anos e meio de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato.

Entre as medidas está divulgar amplamente todos os materiais que serão produzidos pela Secretaria de Comunicação do partido, Instituto Lula e demais organizações em defesa do ex-presidente, "de forma a restabelecer a verdade  dos fatos".A militância foi convocada a entrar em estado de mobilização e vigília permanente e articular junto a movimentos sociais e de esquerda, como as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, ações em defesa da democracia e do líder petista, em todas as cidades.

Os diretórios do PT também estão incumbidos de pautar vereadores, deputados e senadores a ocupar as tribunas das referidas Casas e discursar, tendo como referência a nota oficial do partido e a dos advogados de defesa de Lula. Ambos os documentos afirmam que o julgamento feito pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal do Paraná, não tem provas e foi político, com o objetivo de impedir o ex-presidente de concorrer novamente às eleições em 2018.

O comunicado classifica a sentença de Moro contra Lula de "injusta e abusiva", e diz que o ex-presidente se reunirá nesta sexta (14) com a direção do PT para novas ações. O local e o horário do encontro não foram informados.